League of Legends esconde muitas coisas interessantes por esses mais de oito anos dentro dos games. De lá para cá, a Riot Games trouxe atualizações e "reworks" que tornou o jogo muito diferentes do que ele era lá em 2009.

Para relembrar um pouco dessa nostalgia, o The Enemy fez uma lista rápida com algumas das coisas mais icônicas por todos esses anos de jogatina pelo MOBA.

Que tal relembrar conosco?

Ezreal curando?

Pois é, Ezreal foi apresentado inicialmente como um dos atiradores mais fortes que o League of Legends já viu. Antes de ser nerfado sem dó nem piedade, o explorador conseguia curar com o seu Fluxo Essencial ("W"). Já pensou?

Innvervating Locket e Heart of Gold

Aí estão dois itens que os fãs antigos com certeza vão lembrar. A Innvervating Locket era o xodó dos jogadores de Udyr e Sona, recuperando vida e mana a cada conjuração de habilidade.

Já o Heart of Gold era o preferido dos suportes, trazendo ouro e vida para quem optava por proteger o seu atirador. Deu saudades?

Os campeões antigos

Sion era bem estranho antigamente, não? Não só ele, mas Soraka, Taric e muitos outros passaram por uma remodelação completa nos últimos anos.

Ficou bem melhor, concorda?

Dominion

Ah, o modo Dominion foi uma febre entre os jogadores de League of Legends... Pelo menos nos primeiros meses. O mapa de Crystal Scar ficou abandonado depois de algum tempo a ponto da Riot Games retirá-lo do jogo nos últimos anos.

O mapa colorido

Antes de passar por uma remodelação completa nos últimos anos, Summoner's Rift era bem mais colorido e quadrado. O Barão se escondia no cantinho do seu covil e os golens eram verdadeiros pedregulhos com auras azuis. Quem lembra?

Ultimates globais

Twisted Fate e Pantheon não tinham limites na hora de "gankar" as lanes. Ambos podiam se teleportar rapidamente para a sua rota e frustrar totalmente aquela teamfight que você achava que estava no papo...

Heimerdinger roubado?

Heimer conseguia ter até seis das suas "torres" no chão ao mesmo tempo. Com uma Zhonya ativada, ninguém chegava perto do garoto.

Jax de Dodge

Uma das mecânicas que foi removida do jogo foi o "dodge", aumentando a capacidade dos inimigos em "errarem" os acertos em seu campeão.

Quem fazia a festa com esse atributo era o Jax, hoje remodelado para neutralizar os ataques inimigos por um curto período de tempo.

Clarividência

Ah, o feitiço obrigatório dos suportes nas primeiras temporadas revelava qualquer lugar do mapa por um curto período de tempo.

Perfeito para "pescar" a localização do caçador adversário e evitar os famosos "facechecks" nas moitas dos inimigos. Mas, de vez em quando, nem isso adiantava e o seu amiguinho ia de encontro para a morte...

A interface

A interface de League of Legends era completamente diferente da atual, principalmente na fase Beta. Quando o modo ranqueado nem existia, os jogadores faziam os picks e bans pelo próprio chat.

Era do seu tempo?