A SpaceX confirmou na noite desta terça-feira (06) o lançamento bem-sucedido do Falcon Heavy, o seu mais poderoso foguete operacional.

Lançado do Kennedy Space Center, na Flórida, o foguete da empresa de Elon Musk não teve problemas durante sua decolagem – com exceção de um pequeno atraso.

Após o lançamento, dois dos propulsores reutilizáveis do foguete voltaram à terra. O terceiro seguiu viagem, colocando um Tesla Roadster – completo com um boneco simulando um motorista atronauta, apelidado de Starman – no caminho para Marte. "Esse foi provavelmente a coisa mais empolgante que já vi", disse Musk em uma coletiva após o lançamento. "Isso me ensinou que coisas loucas podem se tornar realidade. Na verdade, não pensei que isso funcionaria".

Segundo Elon Musk, o traje usado por Starman era completamente funcional. "A imagem disso é algo que vai atrair as pessoas ao redor do mundo", afirmou o executivo após o lançamento. A ideia agora é que o veículo continue em órbita, onde continuará tocando a música Space Oddity, de David Bowie.

Divulgação/SpaceX

Com o lançamento, a SpaceX também espera receber uma série de informações de sensores que ajudarão a empresa em futuros projetos.

Em uma conferência após o lançamento (via Cnet), o executivo afirmou que a empresa considerou cancelar o programa do Falcon Heavy três vezes por conta de desafios de design. A estimativa de Musk é que o projeto tenha custado mais de US$ 500 milhões – o que é muito menos do que os US$ 6 bilhões investidos pela NASA no Saturn V.