Como já era sugerido há algum tempo por rumores, os novos iPhone 8 e iPhone 8 Plus não eram os únicos smartphones na manga da Apple durante a apresentação desta terça-feira (12).

Comemorando os dez anos do iPhone e desenhado para orientar o "caminho da tecnologia pelos próximos 10 anos", a empresa anunciou também o aguardado iPhone X – o "iPhone dez”.

O dispositivo traz um display Super Retina de 5,8 polegadas e resolução de 2436 x 1125 pixels que, pela primeira vez, utiliza tecnologia OLED. Assim como foi indicado por vazamentos do firmware dos alto-falantes inteligentes, a tela do dispositivo ocupa quase toda a parte frontal, com a exceção de um recuo na parte superior que aloja a câmera de selfies.

Como também era esperado, o dispositivo exclui o tradicional botão Home por conta de seu display expansivo, o que muda consideravelmente a forma como usuários irão interagir com o dispositivo: para ir para a tela principal, basta deslizar o dedo de baixo para cima; para acessar a Siri, o usuário pode continuar com os comandos de voz ou pressionar o botão na lateral direita do smartphone.

Reprodução/Apple

Face ID

Com o sumiço do botão Home, o desbloqueio do iPhone X passa a ficar por conta da tecnologia de reconhecimento facial Face ID, que projeta mais de 30 mil pontos infra-vermelhos no rosto do usuário para sua leitura.

De acordo com a empresa, o dispositivo é capaz de processar a leitura facial localmente – sem depender de conexão com a Internet – e se adaptará às mudanças no rosto do usuário, como se uma pessoa deixar a barba crescer ou estiver usando peças de roupa de cubram o rosto.

A Apple também promete que o sistema tem uma chance de apenas 1 em 1 milhão de ser enganado por um rosto que não é o do usuário – ainda que gêmeos univitelinos tenham uma probabilidade um pouco maior de enganá-lo.

Além de funcionar para o bloquei o e desbloqueio da tela, o serviço também funcionará com aplicativos terceiros e para a autenticação de pagamentos através do Apple Pay. Os novos emojis animados Animoji também utilizam a tecnologia.  

Hardware e Câmeras

Assim como o iPhone 8, o dispositivo vem com duas câmeras traseiras de 12 megapixels, com aberturas focais de 1.8 e 2.4. O dispositivo traz ainda estabiliação óptica de imagem em ambas lentes traseiras.

A câmera frontal, por sua vez, também tira proveito da tecnologia TrueDepth e agora inclui a possibilidade de se tirar fotos no estilo retrato e com iluminação customizável.

Por baixo do capô, o iPhone vem ainda o mesmo processador A11 Bionic do iPhone 8 e 8 Plus e traz uma bateria que promete duas horas extras de autonomia em relação ao iPhone 7 – que poderá ser carregada sem fio.

Disponibilidade

Reprodução/Apple

As pré-vendas do iPhone X começam a partir do dia 27 de outubro e o dispositivo chega às lojas no dia 3 de novembro. O smartphone virá nas cores cinza-espacial e prata e terá versões de 64 GB e 256 GB, por, respectivamente, US$ 999 (cerca de R$ 3.130, em conversão direta) e US$ 1.149 (cerca de R$ 3.595).