Felix "PewDiePie" Kjellberg, o maior youtuber do mundo, causou uma nova polêmica. No Twitter, o influenciador disse que o criminoso Charles Manson, morto nesta segunda-feira (20), foi o criador de The Legend of Zelda.

"Muito triste pela morte do criador de Zelda", escreveu PewDiePie, ao lado de uma foto do líder da seita que cometeu vários assassinatos nos Estados Unidos no fim dos anos 1960. Manson também deixou um legado de racismo - a seita a qual ele comandava profetizava uma "futura guerra no planeta entre negros e brancos".

Provavelmente, a intenção do youtuber era fazer uma piada, mas, poucos instantes após ser alertado por seus seguidores de que a mensagem "iria lhe dar trabalho", ele apagou o tuíte. Você pode ver o print abaixo:

Reprodução/Twitter

PewDiePie se envolveu em diversas polêmicas neste ano por conta de um vídeo com teor antissemita no qual dois homens levantavam uma placa dizendo "morte a todos os judeus". Ele pediu desculpas após a divulgação do conteúdo, mas Disney YouTube rapidamente cortaram laços com o influenciador, e o caso fez várias marcas reverem seus contratos publicitários com a plataforma de vídeos.

Sete meses depois, PewDiePie disse um termo racista durante uma transmissão. Isso fez com que o desenvolvedor Sean Vanaman, de Firewatch, pedisse boicote ao youtuber. Em seguida, PewDiePie pediu desculpas novamente.