O cenário brasileiro de League of Legends passou por mais um grande desafio na manhã desse domingo (24). Depois de uma fase de grupos complicada no Campeonato Mundial da Riot Games, a Team oNe enfrentou a LG Dire Wolves, da Oceania, pelo desempate e classificação na próxima etapa — e, depois de muitos erros e acertos, conseguiram vencer os rivais pela segunda vez no mesmo dia.

Com a escolha de Aurelion Sol nas mãos do mid-laner João "Marf" Luís, a Team oNe apostou já cedo em invasões nas rotas laterais — e com sucesso.

Houve movimentações na rota do meio e posteriormente no dragão, favorecendo levemente a equipe brasileira. Muito mais rápida e unida do que antes, a Team oNe conseguiu atacar com firmeza os objetivos e se defender de movimentações ofensivas com muito mais eficiência, se mantendo na frente do ouro.

Perto dos 18 minutos, a Team oNe continuou trocar objetivos, entregando um Dragão Infernal por quase duas torres na rota do topo. A briga que eles buscavam veio aos 20 minutos com três abates seguidos e um Barão, permitindo pressionar as rotas laterais e estender ainda mais a liderança dos brasileiros.

E, depois de um inibidor de vantagem, os brasileiros seguiram com brigas emocionantes ao redor da rota do meio e na base da própria Dire Wolves. Por sorte, os representantes da Oceania abriram as portas para a equipe conquistar espaço e finalizar a partida nos minutos seguintes.

A Team oNe agora segue para a segunda parte da Fase de Entrada. Ela será composta pelos primeiros e segundos colocados dos demais grupos, e as disputas ainda serão definidas pela Riot Games. O vencedor de um confronto de "melhor-de-cinco" segue para a fase principal da competição.

O Mundial de League of Legends continua até o dia 4 de novembro na China, com mais de US$ 2,13 milhões em jogo pelos melhores times do mundo.