O novo trailer de The Last of Us: Parte 2 apresentado durante a conferência da PlayStation na Paris Games Week causou algumas discussões nas redes sociais por conta de seu conteúdo sensível. As cenas em que personagens femininos são agredidos com um martelo se tornaram assunto após a apresentação. Detroit: Become Human também não ficou fora dos holofotes e atraiu atenção por trazer um vídeo com cenas fortes que apresentam confrontos de violência doméstica e infantil.

Segundo o site TheTelegraph, o presidente da Sony Interactive Entertainment Europe, Jim Ryan, defendeu o conteúdo apresentado pois trata-se de um "jogo feito por adultos, para adultos", portanto, espera que a censura seja para 18 anos. 

"Existe esse mercado para as pessoas que gostam desse tipo de jogo. Adultos que gostam desse tipo de jogos. (...) Nós precisamos ter certeza que o conteúdo correto está sendo jogado pelas pessoas corretas - particularmente com a idade correta. Eu penso que The Last of Us: Parte 2 foi um ótimo jeito de terminar nossa apresentação e me seinto muito feliz por isso."

O título é exclusivo para PlayStation 4 e não possui data confirmada para seu lançamento.