Sunset Overdrive quer ser o Deadpool dos videogames. O título exclusivo do Xbox One não perde a oportunidade de colocar uma piadinha em cada momento possível. Exemplo: quando você seleciona um ponto no mapa para dar fast travel, seu avatar começa a beber, a tela apaga e, quando volta, você já está no local. zonzo de ressaca - o resto você já entendeu.

É apelando conscientemente para o lado mais divertido dos videogames que o game de ação tenta fisgar o jogador. Em uma demonstração a portas fechadas na Brasil Game Show 2014, conferimos de perto a insanidade do game da Insomniac e sua constante vocação de avisar a você que nada do que está acontecendo ali é sério.

Quem descreveu o game como uma mistura de Tony Hawk com Prince of Persia acertou em cheio. Todos os movimentos do avatar são pensados para que você se mantenha no ar o tempo todo. Ele é capaz de deslizar, correr por paredes e tomar impulso em pleno ar. O cenário também incentiva esse tipo de movimentação, com construções altas e repletas de corrimões e plataformas.

A premissa é absurdamente simples: um refrigerante transforma todos os habitantes de uma cidade em monstros. Você, um dos poucos que não a bebeu, deve sobreviver a eles, além de enfrentar bandidos e robôs enviados pela fabricante do energético para acobertar o que aconteceu no local.

Nenhum dos três tipos de inimigo oferece muito desafio, pois você tem um arsenal de armas que são tão hilárias quanto absurdas. Entre elas: bazucas de ursinhos de pelúcia explosivos; armas atiradoras de drones, e a mais apelona que vimos em nossa sessão: uma espada que solta eletricidade e fogo ao mesmo tempo.

Sunset Overdrive chega no Xbox One em 28 de outubro, localizado em português.

Leia mais sobre Sunset Overdrive
Leia todas as notícias da Brasil Game Show 2014