Lançado em novembro para PCs, o simulador The Movies teria versões para consoles domésticos, mas a Activision nunca anunciava as datas de lançamento. Finalmente se manifestou - para dar a má notícia.

O game que transporta jogadores para o mundo do cinema não vai sair mais para GameCube, Xbox, nem PlayStation 2. "Nós cancelamos o lançamento de The Movies para os consoles no ano fiscal de 2007 devido à baixa performance nos PCs", admitiu Thomas Tippl, chefe de finanças, numa conferência com analistas. Ele se refere às vendas tímidas do título, que no seu mês de lançamento foi apenas o décimo-quinto jogo mais vendido, segundo rankings do meio.

Quando a Activision anunciou, em março de 2003, que formaria uma parceria com o Lionhead Studios, do lendário criador de jogos Peter Molyneux, o barulho já começava. Na época, as companhias proclamavam que The Movies sairia tanto para PCs quanto para consoles. Hoje, se a mera versão para computadores sair do vermelho já será uma conquista.

O game permite o controle total de um estúdio, desde o advento do cinema, mudo e preto-e-branco, até a era atual dos efeitos digitais. Na pele de um produtor, o jogador terá que selecionar projetos, orçamentos e manejar egos dos astros. Como um diretor, será possível escolher entre 7 mil tipos de cenas, 45 cenários e uma infinidade de figurinos para criar filmes diversos. As críticas ao game são positivas, mas não é pequeno o número de jogadores que reclamam da jogabilidade intrincada, burocrática, e do nível de dificuldade.

Leia mais sobre The Movies