A editora Scholastic, responsável pela série Harry Potter nos Estados Unidos, anunciou a utilização de 30% de material reciclado em sua tiragem recorde do sétimo volume da saga criada por Joanne Rowling. O anúncio trouxe, também, a informação de que o volume final terá 784 páginas.

1

None

O número deve agradar aos fãs, que se acostumaram a esperar um livro mais longo a cada nova etapa da história. A edição estadunidense do sexto volume teve 652 páginas. Não há, entretanto, uma contagem única de páginas para cada volume. Devido a diferenças de diagramação, medidas das páginas e tipo de papel, a edição britânica costuma ter um número menor de páginas. Há, ainda, diferenças entre as edições em capa dura, versão de luxo e edições em capa mole e brochura lançadas posteriormente. A diferença de números deu origem a todo tipo de boatos de que algumas edições teriam trechos alterados ou suprimidos.

Além da utilização de 30% de material reciclado, a Scholastic também informou que 65% das mais de 16 toneladas de papel que serão utilizadas para os 12 milhões de exemplares da primeira edição do livro terão o certificado do Forest Stewardship Council (FSC), órgão que fiscaliza o manejo responsável dos recursos naturais. Esta será a maior compra de papel certificado de toda a história. Além do cuidado na escolha do papel, a Scholastic informa que as sobrecapas serão produzidas utilizando energia eólica.

A editora informa, ainda, que trabalha com a Rainforest Alliance na busca de materiais produzidos de forma responsável e que todas as edições da série Harry Potter daqui em diante serão impressas levando em consideração as diretrizes conservacionistas.

A edição em inglês do sétimo, e último, volume da série Harry Potter será lançada no dia 21 de julho.