As vendas modestas do Xbox 360 no Japão comprovam: a Microsoft ainda precisa suar muito para se sair bem nos domínios de Sony e Nintendo. E um cálculo de fim de ano mostra que apesar da vice-liderança, a Nintendo tem bons motivos para comemorar.

É que o Nintendo DS, mais recente portátil da companhia - famosa por dominar esse segmento do mercado desde o primeiro Game Boy - bateu recordes de vendas em 2005. Conforme informou o presidente da Nintendo, Satoru Iwata, numa coletiva na semana passada, com 5 milhões de unidades vendidas no Japão nos últimos doze meses, o DS se torna o videogame que mais rápido alcançou a marca no país, em todos os tempos. Só na semana do Natal foram quase 500 mil. Se serve de comparação, o Game Boy Advance levou 14 meses para alcançar os mesmos 5 milhões, enquanto o PlayStation 2 da rival Sony levou dezessete.

A festa aumenta porque a venda de jogos para o portátil também foi expressiva. Quatro deles, diz Iwata, bateram a marca de um milhão de unidades. São eles: o jogo adulto Nou wo Kitaeru Otona no DS Training (Train Your Brain nos EUA), com 1,38 milhões; Oideyo Doubutsu no Mori (Animal Crossing nos EUA), com 1,27 milhões em apenas um mês; outro game adulto, Yawaraka Atama Juku (Brain Flex nos EUA), com 1,08 milhões, empatado com Nintendogs.

A coletiva não foi pontuada só pelos números. Iwata anunciou ainda novos títulos, como o game adulto de trivias Motto Nou wo Kitaeru Otona no DS Training, que saiu na virada do ano acompanhado de maciça campanha televisiva, além de uma continuação para Otona no DS Training, quebra-cabeça de sucesso que pegou carona na tecnologia touch screen.

Aliás, softwares que não são exatamente games continuarão na mira da Nintendo. Em resposta ao Talkman do PSP, sairá em 2006 no DS Tabi no Yubisashi Kaiwacho, dicionário de bolso para viajantes. Desenvolvido pela Tosse em parceria com uma editora de guias, o programa possibilitará ao usuário buscar palavras e frases e traduzi-las para diversos idiomas. O lançamento no Japão está marcado para março, mas futuras versões em Coréia, Tailândia, China, Alemanha e EUA também aparecerão em breve.

Leia mais sobre Nintendo