Never Alone é um game com um propósito diferente: além de entreter, ele também quer divulgar uma cultura pouco representada na mídia, principalmente nos videogames. Lançado nesta terça (18) para PlayStation 4, Xbox One e PC, o game foi criado com uma parceria entre desenvolvedores e 40 integrantes da comunidade Iñupiaq, que habita a parte mais inóspita ao norte do Alasca.

“Nós estavamos procurando uma maneira de contar as nossas histórias e passar os nossos costumes para as novas gerações”, conta, em entrevista ao Omelete, Amy Freeden, representante do Cook Inlet Tribal Council (CITC), uma organização que auxilia comunidades indígenas do Alasca e trabalha para a preservação de sua cultura. A resposta foi um jogo de videogame - algo que ninguém do grupo jamais havia feito. Portanto, precisavam de alguém com experiência para auxiliá-los.

Quem recebeu a proposta do CITC foi Alan Gershenfeld, ex-vice-presidente da Activision e presidente e fundador da publisher E-Line Media. “Quando recebemos a proposta, pensamos no quanto a cultura nativa americana é marginalizada nos games, sempre com personagens estereotipados”, contou o executivo. Inspirado pelo sucesso de títulos indie como Limbo e Braid, decidiu encarar o desafio e levou um colega para um período de três meses de estudo no Alasca.

O resultado dessa colaboração é um título de plataforma que conta a aventura de Nuna, uma garota da tribo Iñupiaq, e uma raposa do ártico, para restaurar o equilíbrio de uma nevasca eterna que pode destruir a vila onde mora. O título pode ser jogado por uma ou duas pessoas, cada uma assumindo um dos personagens, e todo o cenário, os inimigos e o roteiro foram baseados nas histórias contadas por anciãos da tribo.

O equilíbrio entre diversão e informação foi um dos pontos mais importantes no desenvolvimento do jogo. “Nossa ideia não era apenas propagar uma cultura, mas também fazer um jogo que pudesse entreter”, explica Freeden. Um dos resultados desse pensamento é a inclusão de várias entrevistas feitas pela equipe da E-Line Media durante os 3 meses de pesquisa no Alasca, que são desbloqueados como itens colecionáveis.

Satisfeito com o resultado da colaboração entre desenvolvedores e nativos, Gershenfeld vê que essa experiência como um modelo para outras culturas pouco representadas pela mídia. “Esses world games podem ser o meio para que vários povos ensinem seus valores para os jovens de uma maneira divertida e interessante.”

Never Alone está disponível para PlayStation 4, Xbox One e PC.

Leia mais sobre Never Alone