O Tokyo Game Show acabou no domingo, mas as novidades anunciadas por lá continuam ecoando. Uma das grandes dúvidas, porém, é como será a primeira aventura de Mario no novo console?

Em maio o presidente da companhia, Satoru Iwata, disse que o Revolution utilizaria todas as franquias clássicas da casa, inclusive Zelda e o encanador italiano. Em junho, o criador do personagem, Shigeru Miyamoto, disse à revista Wired que o jogo - até agora tratado não-oficialmente como Mario Revolution e Mario 128 - já estava sendo pensado. Pois nos últimos dias Miyamoto falou à alemã Der Spiegel e se limitou a reiterar que o desenvolvimento está em curso. Mas dele não se sabe nada.

Com as recém-anunciadas possiblidades do controle do Revolution, o mistério aumenta. Em forma de controle-remoto, ele tem sensores que captam movimentos no ar. Será que o novo Mario abandonará o simples apertar de botões? Será que o jogador precisará pular no sofá para tirar o herói do chão?

O Revolution tem lançamento previsto para 2006.

Leia mais sobre Nintendo Revolution