Ao comprar a Adscape Media, uma pequena empresa de anúncios em jogos, em uma transação que supostamente envolveu US$ 23 milhões, o Google entrou em um mercado polêmico.

Muitos jogadores afirmam que, se pagam pelos jogos, ver banners promocionais e outras formas de publicidade é um abuso, fato contestado pela gigante online que acredita que é possível, sim, que os anúncios contribuam para o realismo de um game. Em contato com o site Eurogamer, um representante da empresa tranquilizou os jogadores dizendo que a experiência do usuário é o que vale.

"Como em todas as coisas que fazemos, a experiência do usuário virá primeiro. Se fizermos certo, anúncios dentro dos jogos podem contribuir para a experiência completa de jogo provendo conteúdo publicitário direcionado e relevante", explicou. Como? Por exemplo, inserindo réplicas virtuais de estabelecimentos reais, ou ainda colocando latas de refrigerantes famosas ao alcance dos jogadores ou distribuídas pelo cenário.

Novas parcerias com desenvolvedoras, distribuidoras e anunciantes estão sendo procuradas neste momento, mas ainda não foi divulgado em quais jogos a solução recém-adquirida pela companhia será empregada.