Agora foi a vez da Take-Two comentar a polêmica atual das loot boxes, que pegou fogo após todos os problemas causados em Star Wars: Battlefront II.

Em reunião com investidores da empresa, o presidente da Take-Two, Karl Slatoff, disse que não considera as loot boxes como um jogo de azar, mas sim que o problema está relacionado com a oferta inicial de conteúdo do game em que elas aparecem.

Para Slatoff, acima de tudo, o foco deve ser em manter os jogadores envolvidos com o game, sem forçar barreiras ou a aquisição de novos conteúdos.

Porém, isso não significa que todos os próximos jogos da desenvolvedora - como o aguardado Red Dead Redemption 2 - vão ter microtransações.

Segundo o executivo, a Take-Two ainda está estudando maneiras de colocar esse tipo de conteúdo nos jogos em produção.