Muitas vezes, por conta dos lançamentos estrondosos e o sucesso de títulos gigantes, obras primas do mundo indie acabam passando despercebidas. Seja porque não contemplam muitas plataformas ou porque acabam escondidas em um universo alternativo do mundo dos jogos, diversos títulos independentes que merecem reconhecimento não chegam a todos os usuários que adorariam experimentá-los.

Para te ajudar a conhecer alguns desses títulos — alguns mais famosos do que outros — preparei uma lista especial com cinco jogos que conquistaram meu coração e meu tempo nos últimos meses. Confira:

Stardew Valley

Quis começar com um jogo indie que está bastante popular momento, ainda mais com sua chegada tão esperada no Nintendo Switch.

Stardew Valley me rendeu mais de 300 horas de jogo e ainda assim não consegui desvendar todos os segredos e conquistar todos os meus objetivos nesse simpático mundo pixelado.

O RPG segue o estilo 'fazendinha' mas entrega ao usuário uma gama de opções e atividades muito mais extensa do que apenas plantar diferentes sementes de acordo com as estações; um mundo mágico aguarda o jogador, recheado de personagens que possuem personalidades únicas e uma teia de relacionamentos entre si.

Entre desvendar os segredos desse lugar mágico, combater (ou não) o capitalismo local, conquistar amizades ou até mesmo formar uma família, Stardew Valley engloba elementos parecidos com Harvest Moon e mistura com um toque único e original uma história recheada de elementos que conquistam os usuários sem muita dificuldade.

Disponível para PC Nintendo Switch.

Secrets of Grindea

Secrets of Grindea foi um daqueles jogos que adquiri sem esperar muito, mas me surpreendi e continuo me surpreendendo com os níveis que esse jogo está alcançando.

O jogo ainda está em acesso antecipado, mas lança atualizações constantes que adicionam novos mapas, inimigos, magias e correções; isso fez com que eu ficasse constantemente atenta ao jogo, mergulhando em experiências novas e mágicas em cada update.

Ele carrega o estilo nostálgico de RPGs de aventura, ao mesmo tempo que é recheado de referências a outros títulos icônicos. Além de seguir o caminho principal da história, o título deixa nas mãos do jogador como ele deve aproveitar seu tempo, construindo seu próprio legado na cidade, adquirindo e decorando sua própria casa ou até mesmo caçando tesouros e itens raros.

Disponível para PC.

The Binding of Isaac: Afterbirth+

Talvez um dos jogos com o humor mais questionável que já joguei nos últimos tempos (aviso: contém tema de religião e pode não ser muito family friendly).

Na história, Isaac está em uma fuga constante, pois sua mãe decide sacrificá-lo por conta de sua religião — a história segue mais ou menos o mesmo tema com os outros personagens disponíveis no título. Apesar de todo o traço gore e elementos pra lá de nojentos, o jogo traz com bom humor uma das melhoras experiências que já tive no mundo dos jogos.

A versão Afterbirth+ é a expansão completa do The Binding of Isaac: Rebirth, com novos monstros, personagens e itens. O jogo segue o caminho rogue-like, ou seja, cada vez que decidir jogar, será uma aventura completamente diferente, mapas, inimigos, itens e até mesmo o seu futuro dentro do jogo.

Você pode seguir o caminho da luz (enfrentando personagens celestiais) ou o das trevas (adivinha só quem você vai encontrar na parte mais escura as trevas?), mas tudo vai depender de como o jogador irá aproveitar os itens que ele encontrar durante sua corrida, afinal, o grande diferencial do título são as infinitas combinações de itens, personagens e buildsque você pode construir em cada tentativa.

Disponível para PCPlayStation 4Xbox OneNew Nintendo 3DSWii UPlayStation VitaNintendo Switch.

Don't Starve Together

Para esse título, fica a minha recomendação dupla: Don't Starve Don't Starve Together. A diferença é que participar de aventuras de sobrevivência com os amigos (na versão Together) acaba sendo sempre mais divertido e emocionante.

Em Don't Starve o objetivo é tão claro quanto o título: não morra de fome. Ou de frio. Ou de calor e até mesmo nas mãos das criaturas horripilantes que habitam esse mundo. 

Com personagens diferentes que possuem habilidades distintas, o jogo te coloca em um mundo repleto de mistérios que vão mexer com a sua sanidade — literalmente.

Você vai precisar construir sua base, sobreviver aos ataques de criaturas hostis, aguentar as mudanças de temperatura e até mesmo ser capaz de se defender de.. uma chuva de sapos!

Com alívios cômicos em um mundo bastante tenso, Don't Starve é a pedida certa pra ficar horas e horas entretido.

Disponível para PCPlayStation 34Xbox OneWii UPlayStation Vita

For The King

Se você tem o coração aquecido por RPG's de mesa, jogos de tabuleiro e curte experiências medievais, For The King pega fagulhas de Dungeons & Dragons, mistura com jogos de combate por turno e Tabletop, e traz uma experiência muito divertida para quem gosta do gênero.

Seja sozinho ou com os amigos, os elementos de aleatoriedade (quase um d20 de emoção) fazem com que cada aventura seja única, onde os jogadores precisam avaliar muito bem quais classes de personagem irão usar e como seguirão suas aventuras.

Disponível para PC.