Until Dawn foi apresentado originalmente como um jogo em primeira pessoa que fazia uso do PlayStation Move, periférico esquecido do PlayStation 3. Após anos sem aparecer em nenhum evento, a Sony trouxe o jogo de volta, desta vez para o PlayStation 4, como uma aventura semelhante aos lançamentos recentes da Telltale, onde se é responsável por todas as escolhas e a história desenrola de forma diferente para cada jogador.

O ambiente é familiar para qualquer um que já parou para assistir filmes de terror onde um grupo de adolescentes vai para uma cabana no meio da mata curtir as férias e festejar. Ao chegar lá, eles são recebidos por um serial killer. Na demo presente na PlayStation Experience, em Las Vegas, tomamos controle da jovem e bonita Sam enquanto ela se banha. Uma figura nas sombras rouba suas roupas e força a menina a andar pela casa usando apenas uma toalha. Ela logo percebe-se que algo está errado e entra numa perseguição que pode custar sua vida.

A partir deste momento, a desenvolvedora Supermassive deixa que os jogadores se responsabilizem pelo que acontece em seguida. Suas decisões podem prolongar a perseguição, garantir a fuga de Sam ou resultar na morte da menina. Tais escolhas são feitas com uso muito inteligente do DualShock 4. Os quick-time events de Until Dawn não são irritantes e nunca parecem ser truques baratos para forçar você a ficar apertando quadrado de forma rápida. Eles são sutis, muitas vezes simples, e eficazes. O mais tenso é segurar o controle de forma firme, sem balançá-lo, para que a personagem segure sua respiração e não faça nenhum movimento brusco, atraindo o assassino. 

As escolhas também tem o peso na trama. A Supermassive promete que uma vez que o personagem morre, ele ou ela está morto de vez. Então é possível terminar Until Dawn com todos os personagens mortos, todos vivos, ou qualquer variação entre estes dois extremos. Há um grande potencial para narrativas diferentes, algo que incentivará os jogadores a conversarem e compararem a forma com a qual sua história se desenvolveu.

Resta saber o quão eficaz Until Dawn será no terror. A nova demo não é muito assustadora, mas consegue deixar o jogador bem tenso durante vários momentos. Se a Supermassive conseguir elevar o medo tanto quanto a tensão, Until Dawn pode se tornar um dos exclusivos mais interessantes do PlayStation 4.

Leia mais sobre PlayStation Experience