Realidade virtual é uma das áreas mais interessantes da tecnologia atualmente, e sua presença nos games é cada vez maior. O único competidor real do Oculus Rift é o Project Morpheus da Sony, o headset compatível com o PlayStation 4. Na PlayStation Experience, o indie Keep Talking and Nobody Explodes estava disponível para teste e mostrou mais uma das utilidades da realidade virtual.

ps-experience-morpheus

None

O Morpheus em si é extremamente confortável de usar - mais do que o Rift - e não cansa rápido. A qualidade da tela ainda não está no nível desejado, mas considerando que o hardware ainda é um protótipo, as coisas podem melhorar. De qualquer forma, ele faz o que é preciso. Insere o jogador rapidamente em um outro ambiente e cria sensações palpáveis.

Keep Talking and Nobody Explodes funciona de uma maneira interessante. O usuário coloca o headset e dá de cara com uma bomba - gerada de forma diferente em cada jogatina -, outro recebe um caderno que explica como desativar a bomba. Entretanto, as instruções só funcionam se o usuário do Morpheus souber explicar direito que tipo de bomba ele está vendo.

O jogo é feito para ser usado em festas, permitindo diversão para mais de uma pessoa, e garantindo que mesmo que você não esteja usando o aparelho, consiga se divertir. O conceito é ótimo e deixa os dois participantes na expectativa conforme o cronomêtro de aproxima do zero. Jogos para festas são sempre um desafio, mas Keep Talking usa a realidade virtual de uma maneira interessante e diferente para manter o maior número de pessoas possíveis grudadas na experiência. Há potencial para diversos outros desafios cooperativos, e com a realidade virtual, as possibilidades são infinitas.

Leia mais sobre PlayStation Experience