Ele entrou no mundo dos videogames jogando Ragnarok Online. Ela cuidava do tempo para ele não exagerar muito na frente da telinha.

Hoje, João Pedro “Hydration” Goes Telles é o primeiro brasileiro a disputar a Overwatch League, a liga mundial do game de tiro da Blizzard e principal aposta da empresa para o cenário de eSports. E sua mãe, Stella Randolph, tem o maior prazer de dizer que é a sua fã número 1.

Nascido em Montes Claros, no interior de Minas Gerais, João Pedro se mudou com a mãe para os Estados Unidos aos sete anos de idade. Stella, que também morou no Rio de Janeiro por sete anos, conheceu o marido na empresa multinacional farmacêutica que trabalha até hoje. A família se mudou para a América do Norte em 2006.

O The Enemy entrou em contato com a brasileira para saber mais sobre a história de mãe e filho e o envolvimento dos dois no mundo dos videogames.

"Ele começou cedo (nos videogames)", lembra Stella. Segundo o irmão mais velho do brasileiro, que preferiu não se identificar, o primeiro jogo de Hydration foi Ragnarok Online. "Eu também era muito preocupada e colocava limites. Controlava bastante. Na verdade, sempre 'peguei muito no pé' por causa de videogame. Até o ano passado, controlava o tempo dele online! Nunca imaginei que um dia ele iria jogar videogame profissionalmente!", revela Stella.

Hydration iniciou sua jornada como profissional de Overwatch em janeiro de 2017, assumindo o posto de DPS (responsável por causar dano na equipe adversária) pela organização norte-americana Counter Logic Gaming. Para isso, ele deixou a casa da mãe para viver e morar juntamente com os outros integrantes da equipe em Los Angeles.

Apesar de não morar no Brasil, o Brasil está em nossos corações!

"Não sabia nada de Overwatch até o JP começar jogar profissionalmente no CLG. Nem sabia que ele jogava Overwatch!", confessa a mãe. "Aí comecei ler tudo sobre o jogo. Tipo aprendizado bem rápido. Assisti todos os jogos que ele jogou e foram transmitidos no Twitch. Li sobre mapas, heróis e fui aprendendo. Hoje entendo o que está acontecendo no jogo!", comenta.

Mesmo com o envolvimento profundo com o game, Stella lembra que o período longe do filho foi um pouco complicado no início. "Quando via o quarto dele vazio batia uma saudade enorme", lembra a mãe. "Depois me lembrava que ele estava vivendo um sonho e super feliz, aí ficava tudo bem!"

No entanto, as oportunidades foram crescendo. A Blizzard, responsável pelo jogo, anunciou em 2016 uma liga de nível mundial envolvendo as grandes cidades do planeta. Enquanto os detalhes ficaram ocultos por muitos meses, foi em 2017 que a proposta foi se formando até se tornar em uma das competições mais ambiciosas no mundo dos games profissional.

Com uma premiação passando dos R$ 11 milhões por temporada e um formato parecido com as competições de basquete e futebol americano, a Overwatch League começará suas atividades com a pré-temporada no dia 6 de dezembro. Serão 12 equipes distribuídas pelo mundo inteiro se reunindo nos Estados Unidos neste primeiro ano.

Hydration, que frequentemente está posicionado entre os 10 melhores jogadores do ranking norte-americano de Overwatch, foi convidado para representar a Los Angeles Gladiators, a segunda equipe representante da cidade estadunidense. Outras cidades na disputa são Londres, Boston, Houston, Philadelphia, Florida, Nova York, São Francisco, Seul, Dallas e Xangai.

O Brasil, no entanto, não terá nenhuma equipe representante na liga — pelo menos nessa temporada inicial, já que a Blizzard deixou claro que outras franquias espalhadas pelo globo também podem comprar uma vaga na competição. Mas, enquanto isso, Stella manda uma mensagem aos fãs brasileiros que desejam torcer por alguma equipe durante a Overwatch League.

"Apesar de não morar no Brasil, o Brasil está em nossos corações!", reforça Stella, lembrando que fala português com o filho em casa e visitam as terras brazucas.

"Hydration tem dupla nacionalidade mas tem muito orgulho de sua primeira nacionalidade, a brasileira. Ele usa a bandeira do Brasil ao lado do nome Hydration. Ele tem muita garra e determinação e tenho certeza que vai deixar muitos fãs orgulhosos de serem torcedores do LA Gladiators!", completa, confirmando também que estará presente na abertura da competição.