O terceiro e último dia da participação brasileira na Copa do Mundo de Overwatch chegou nesse domingo (13). Eliminado, o time composto pela Brasil Gaming House enfrentou a última partida contra a Nova Zelândia e, dessa vez, a situação foi mais tranquila que antes: o Brasil venceu por três mapas a um.

O primeiro mapa, King's Row, começou com uma excelente pressão e calma dos brasileiros usando a composição de "triple DPS". Sempre de olho nos ultimates dos inimigos, a seleção evitou muitas brigas desfavoráveis e chegou com força até o final do mapa.

Na troca de lados, a Nova Zelândia sofreu em dominar os dois primeiros pontos graças a defesa mais apurada e com melhor gerenciamento de ultimates dos brasileiros. No entanto, no terceiro ponto, a seleção mostrou um pouco de descuidado e quase deixou os adversários empurrarem até o fim, conseguindo evitar isso nos últimos segundos e assegurando a vitória.

Nepal foi o segundo mapa, e começou com o primeiro ponto com ótima movimentação dos brasileiros e adaptação contra a composição de Reinhardt dos adversários. A pressão inclusive forçou especiais impulsivos da Nova Zelândia, entregando o primeiro mapa para o Brasil.

A volta não teve a mesma força. Alguns dos brasileiros se estenderam em situações desconfortáveis, entregando o espaço necessário para os adversários dominarem o ponto e retomarem o controle da partida.

No terceiro ponto, o Brasil trocou para a pressão vertical com Pharah e Mercy, tendo sucesso mesmo com mortes iniciais. A pressão continuou por muito tempo, mas a Nova Zelândia se adaptou e conquistou o ponto perto da vitória do Brasil. Com isso, a seleção não se recuperou e perdeu o segundo mapa.

Horizon foi o terceiro mapa e o Brasil assumiu a ofensiva. Os rivais continuaram mostrando desorganização e permitiram que a seleção entrasse com facilidade nos dois pontos.

A troca de lados revelou que Eduardo "dudu" Macedo estava ainda afiado com sua Tracer, segurando muitas movimentações adversárias nos dois pontos. Ao fim, a equipe acabou sofrendo algumas mortes importantes que custaram o ponto.

No desempate, o Brasil mostrou novamente confiança e segurou os adversários contra o ponto. Na sua vez de ataque, eles foram diretos e não permitiram que nenhum integrante da Nova Zelândia neutralizasse o ataque, conquistando o terceiro mapa.

Em Dorado, a seleção comandou uma ofensiva com sucesso e atacando vários pontos fracos da Nova Zelândia. O ritmo continuou até o terceiro ponto, quando o time teve problemas em subir pelo terreno alto e comandar o ataque por lá.

Na troca, a Nova Zelândia conseguiu surpreender a seleção e saiu com a vantagem inicial. Mas, em uma invertida no final do segundo ponto, a seleção brasileira segurou o jogo e conquistou o terceiro mapa.

Com isso, a seleção terminou a sua campanha na Copa do Mundo de Overwatch com uma vitória. No grupo G, Estados Unidos e Taiwan seguem para a fase eliminatória valendo vaga nas grandes finais na BlizzCon 2017.