Superliga de League of Legends teve início neste sábado (04) com os primeiros confrontos do Grupo A do torneio. O primeiro confronto foi entre a VIVO Keyd e a BRAVE e-Sports, resultando em um empate que surpreendeu os espectadores. Já o segundo, ocorreu entre a Pain Gaming e a CNB e-Sports Club, trazendo o duelo mais disputado do dia que resultou em .

Algumas equipes estão usando lineups temporárias para a disputa. Esse é o caso da Keyd, que contou com a presença de Victor "Cabuloso" Oliveira para esse confronto. Já a INTZ e-Sports, que joga no domingo, já estará atuando com o novo suporte da equipePedro "Ziriguidun" Vilarinho mas ainda conta com a presença de Micael "micaO" Rodrigues, que anunciou sua saída do time em outubro.

O primeiro confronto entre a BRAVE e a Keyd surpreendeu a torcida: a Keyd seguia como favorita, atropelando os adversários com uma vantagem bastante consistente, mas com uma virada curiosa possibilitada pelo fato de Paulo Vinicius "Balto" BrazGuilherme "Mills" Conti estarem fortes na partida, garantiram uma vitória na série.

O segundo jogo foi bastante unilateral para os guerreiros, que terminaram a partida em 25 minutos bastante unilaterais. A Keyd dominou a BRAVE e apagou a presença dos adversários no jogo, levando a segunda partida e garantindo um empate.

A partida entre a Pain e a CNB trazia bastante expectativa pois ambas as equipes sofreram grandes mudanças: a Pain com o próprio ex-CNB Thiago "TinOwns" Sartori no meio e o ex-Keyd Murilo "Takeshi" Alves na rota superior. Já a CNB, com a saída de Pedro "Lep" Marcari e TinOwns, trouxe de reforço Rafael "Rakin" Knittel no meio e a presença de Jefferson "SoulDevorer" Aguiar no topo.

Diferente dos primeiros confrontos do dia, o jogo entre as duas veteranas foi bastante equilibrado, seguindo até os 20 minutos sem muitas diferenças entre as equipes: ambas seguiam com cinco abates, o mesmo número de torres e um dragão para cada lado, com menos de mil de ouro de diferença. A CNB controlava melhor o mapa e colocou pressão nas rotas da Pain, abrindo janelas para crescerem no jogo. Com um atuação incrível de Caio "Loop" Almeida e sentenças muito bem afiadas, a Pain garantiu bons abates e executou boas lutas, conseguindo capitalizar mais um Dragão Infernal e logo um Barão que possibilitou o avanço das rotas e o controle do jogo. 

O jogo foi se desdobrando com vantagem para a Pain, que aos 37 minutos aproveitou mais um bônus do Barão e fez um avanço segmentado, com Takeshi no topo e o resto da equipe forçando a rota inferior. Enquanto Takeshi levava o Inibidor da rota superior, uma luta não favorável para a CNB aconteceu com o resto da equipe e abriu a porta que faltava para a Pain levar o Nexus adversário.

No segundo jogo, a Pain saiu na frente conquistando o First Blood e dominando o match-up da rota inferior. Aos 16 minutos de jogo a Pain já havia conseguido cinco mil de vantagem de ouro e estava na frente na conta de Torres e Dragão, mas em uma luta próxima do Arauto a CNB conseguiu abater Takeshi e Pedro "Matsukaze" Gama, diminuindo a diferença no placar de abates para 5-2. A Pain utilizou do Arauto para pressionar a segunda torre da rota inferior e levar seu segundo Dragão (Infernal), mas a CNB encaixou outra boa luta e abateu Rodrigo "Tay" Panisa.

Aos 23 minutos, em uma movimentação próxima ao Barão, TinOwns conseguiu abater Benjamin "Visdom" Ruberg Larsen, o que possibilitou a abertura para a equipe fazer o objetivo e aproveitar o bônus para avançar as lanes, sendo capazes de levar até o Inibidor da rota inferior. Após pressionar a base adversária, a Pain se dirigiu ao covil do dragão e levou o Dragão das Nuvens. Logo, a Pain se posicionou para levar a rota do topo e a CNB tentou iniciar uma luta que acabou sendo negativa para equipe, onde todos os jogadores foram abatidos e a Pain conseguiu concluir a série com vitória.

A Superliga de League of Legends continua amanhã com os confrontos entre Kabum e-Sports vs. TShow e-Sports e Operation Kino vs. INTZ e-Sports. Confira o cronograma completo.