Mundial de League of Legends está chegando em sua fase final, onde apenas duas equipes disputam pelo título de melhor equipe da modadalidade. A primeira das equipes a se classificar para a disputa da grande final foi a SK Telecom T1, que após uma série impressionante contra a Royal Never Give Up, garantiu sua vaga com uma vitória emocionante de três mapas a dois.

Primeira Partida - RNG [1] - [0] SKT

  • Escolhas RNG: Shen, Sejuani, Malzahar, Twitch e Janna
  • Escolhas SKT: Gangplank, Zac, Galio, Tristana e Blitzcrank

A atuação do jungler da RNG, Liu "mlxg" Shi Yu, foi a peça essencial para o desempenho da equipe nessa partida. Além de ótima movimentação no mapa, garantindo abates para seus companheiros de equipe e pressionando as rotas adversárias, MLXG garantiu o roubo de um Dragão Ancião aos 37:52 de jogo e, junto com uma team fight bem executada e o bônus do buff do Barão, atropelaram a resistência adversária e avançaram para a base inimiga onde apenas Seung "Huni" Hoon Heo restava vivo, garantindo a vitória.

Apesar da derrota, é preciso mencionar o ótimo trabalho da SKT em adaptar suas lutas para anular o Jian "Uzi" Zi-Hao, atirador da equipe chinesa que estava bastante forte com seu Twitch. Apesar da leitura de jogo, por conta de entradas mal executadas a tentativa de levar Uzi com rapidez e iniciar lutas passou a ser mais difícil e, algumas vezes, trazer um resultado negativo para a equipe.

Segunda Partida - RNG [1] - [1] SKT

  • Escolhas RNG: Gnar, Nocturne, Malzahar, Twitch e Rakan
  • Escolhas SKT: Camille, Gragas, Galio, Varus e Leona

Com uma ótima escola de picks na partida, a SKT conseguiu executar primorosamente o potencial da composição, onde contavam com iniciações fortes através da junção de Galio e Leona. Isso ajudou a SKT a criar momentos de vantagens no jogo onde, com lutas bem executadas, pressionavam as rotas inimigas e capitalizavam mais recursos dentro do jogo; apesar da vantagem, uma luta aos 18 minutos de jogo perto da segunda torre central da RNG acabou favorável para os chineses, com direito a um triple kill nas mãos de Yan "LetMe" Jun Ze, o que desacelerou o avanço coreano.

Mesmo com a luta mal executada, a SKT continuava na frente em recursos e rapidamente se recuperou, iniciando o Barão alguns minutos depois e, na tentativa da RNG de segurar a conqusita adversária, acabaram perdendo dois jogadores nas mãos do Huni, que se tornou ainda maior na partida. A SKT não perdeu tempo e aproveitou o buff para avançar em cima dos adversários e, pouco depois, garantir a vitória e empatar o placar.

Terceira Partida - RNG [2] - [1] SKT

  • Escolhas RNG: Maokai, Sejuani, Ryze, Vayne e Taric
  • Escolhas SKT: Camille, Zac, Galio, Tristana e Lulu

O terceiro jogo do confronto foi um dos mais rápidos e contou com jogadas de brilho da Vayne de de Uzi e a atuação quase onipresente de mlxg e sua Sejuani. A RNG soube aproveitar o momento criado através de abates bem executados e, após garantir três abates em cima da equipe adversária, conquistaram o Barão e aceleraram o jogo até o avanço para a base adversária.

Enquanto a RNG avançava, sua base estava ameaçada pelos minios e por Huni, que pressionavam a Torre de Inibidor da rota do topo; a RNG não desistiu e, após uma breve recuada — em que Lee "Faker" Sang-hyeok foi pego e eliminado — abateram os adversários e abriram o dois a um no placar.

Quarta Partida - RNG [2] - [2] SKT

  • Escolhas RNG: Rumble, Jarvan IV, Ryze, Twitch e Soraka
  • Escolhas SKT: Gnar, Gragas, Galio, Kog'Maw e Lulu

A RNG conseguiu abrir o First Blood e seguiu com uma pequena vantagem em cima da SKT, em um jogo que foi até os 25 minutos sem muitos abates e bastante equilibrio entre as equipes. Isso mudou quando a SKT iniciou o Barão e a RNG se movimentou para a região, em busca de evitar a conquista. Através de bom foco e uma iniciação precisa, a SKT não perdeu a oportunidade de abusar do posicionamento de Uzi — que acabou se separando de seus companheiros de equipe — e o abateu, levando mais outros três jogadores na sequência e abrindo sua vantagem na partida.

A SKT aproveitou o bônus do Barão e pressionou a rota do meio da RNG, que a defendeu iniciando uma ótima luta com seu Jarvan e eliminou quatro dos adversários coreanos. Apenas Huni saiu vivo da investida. Poucos minutos depois, quando os heróis estavam vivos novamente, a SK avançou mais uma vez a rota do meio e, ao abater Uzi, aproveitou a ausência do atirador e conseguiu destruir torre por torre da base adversária. Apesar dos chineses tentarem segurar os avanços coreanos, o momento criado foi maior e a SKT empatou a série.

Quinta Partida - RNG [2] - [3] SKT

  • Escolhas RNG: Shen, Lee Sin, Corki, Tristana, Taric
  • Escolhas SKT: Gnar, Jarvan IV, Galio, Caitlyn e Lulu

A partida decisiva começou com o First Blood nas mãos da SKT por conta de um gank bem executado de Han "Peanut" Wang-ho na rota inferior. Apesar de mlxg ter atuado com uma postura mais agressiva, Peanut foi quem ajudou a ditar o ritmo do jogo e ajudou a criar os momentos para os objetivos maiores na partida. 

Por conta de um posicionamento errado, mlxg foi abatido por Peanut com a ajuda de Faker e Lee "Wolf" Jae-wan, que logo aproveitaram o momento para fazer o Barão e na sequência iniciar uma luta em cima dos jogadores da RNG que se encontraval próximos do covil: na investida, Li "Xiaohu" Yuan Hao foi abatido, o que abriu ainda mais espaço para a SKT avançar e pressionar a rota do meio.

O confronto se tornou unilateral quando a SKT foi para o dragão e a RNG escolheu tentar contestar o objetivo. Com uma iniciação primorosa do Gnar de Huni, a RNG foi obliterada e a SKT avançou para destruir a base contrária sem resistência adversária.