A Riot Games anunciou, em coletiva realizada em São Paulo nesta terça (3), a criação de um circuito universitário de League of Legends. O circuito seguirá os moldes do Circuito Desafiante de 2015 e do circuito de tênis, com uma série de torneios que contam pontos para um ranking.

A Riot vai colaborar com a criação de torneios com regulamentos homogêneos e pontuações. A ideia é criar torneios de alcance regional e nacional, de acordo com o calendário escolar dos alunos.

Ao final do circuito, a Riot planeja realizar uma competição com os melhores do ranking, para selecionar o campeão do UNILoL. O projeto ainda está em fase de planejamento dentro da Riot, que conversa com organizações do país e do exterior.

Os clubes passarão a ter uma página no site da UNILoL, com seus membros e seu histórico de torneios e realizações dentro do jogo, incluindo o registro de confrontos contra rivais.

UNILoL

O programa UNILoL foi lançado em abril deste ano e permitiu que jogadores fizessem cadastro de suas equipes. 87 clubes já foram registrados no programa, com algumas universidades com mais de um time.

Os clubes se concentram na região Sudeste, mas há representantes em estados das demais regiões do país. Nos últimos meses, a Riot têm apoiado com torneios internos com premiações dentro do jogo, eventos para assistir a jogos do cenário competitivo e debates entre líderes.

O envolvimento da Riot por meio do UNILoL também serviu para integrar o jogo ao esporte universitário convencional. Pela primeira vez, os Jogos Universitários Brasileiros terão League of Legends como modalidade. O torneio será realizado em Goiânia.