Uma das cenas mais emblemáticas do League of Legends em 2017 foi a de Lee "Faker" Sang-hyeok, o melhor jogador do mundo, cair em lágrimas após seu time, a SK Telecom T1, perder para a Samsung Galaxy na final do Mundial do ano passado. Agora, o Choi “cCarter” Byoung-hoon, revelou alguns detalhes sobre o estado da equipe após a derrota e citou um "colapso mental" em toda a line-up.

"Tanto jogadores quanto comissão técnica haviam sofrido um colapso mental, e isso não era normal", disse cCarter em entrevista ao site coreano FOMOS (via ESPN eSports Brasil), ao explicar por que deixou a equipe. 

Falando especificamente sobre Faker, cCarter disse que, na época da final, Faker já estava incomodado com seu desempenho recente (a SKT1 já havia perdido a LCK, o "CBLoL coreano", para a Longzhu Gaming). "Acho que ele explodiu depois da final", disse.

cCarter também afirmou que "as preparações para as finais foram boas" e, por isso, "os resultados foram decepcionantes". Mas, no fim, ele admitiu que a Samsung jogou melhor. 

O treinador não foi o único a deixar a equipe após o vice mundial. O resultado levou a SKT a mudar o assistente técnico Jung "RapidStars" Min-Sung, enquanto Kim "kkOma" Jeong-gyun assumiu o posto de treinador-chefe.

Na line-up, o reserva de Faker, Kim "Sky" Ha-neul, transferiu-se para o Brasil e será um dos reforços da RED Canids Corinthians para 2018.