None

Nos últimos dois meses, correm várias especulações sobre uma possível saída de Hideo Kojima, o criador de Metal Gear, da Konami, o estúdio que publica a série e no qual o desenvolvedor trabalhou por toda a sua carreira. Embora a saída não tenha sido anunciada oficialmente, vários indícios apontam para possíveis desentendimentos entre o game designer e a empresa.

Nesse artigo feito como uma linha do tempo, o Omelete explica os principais momentos desses acontecimentos, que ainda estão se desenrolando. Caso novidades surjam, atualizaremos a matéria.

:::

3 de março

Os primeiros sinais de um desentendimento entre Hideo Kojima e a Konami surgiram em uma entrevista do desenvolvedor à IGN, no qual ele afirma que Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, que chega em setembro, será o último Metal Gear"Eu sempre digo: 'este é o último Metal Gear', mas os jogos da série que eu dirigi e produzi pessoalmente - Metal Gear no MSX, MG2, MGS1, 2, 3, 4, Peace Walker, e agora MGSV - são o que constituem a 'saga Metal Gear'. Com MGSV, estou fechando o ciclo nessa saga", afirmou o desenvolvedor, já sinalizando que este seria possívelmente o último Metal Gear que ele dirigiria. "Este será o Metal Gear Solid final. Mesmo que a franquia continue, este é o último 'Metal Gear", finalizou Kojima.

19 de março

Gamespot publica que Kojima e outros executivos de alto escalão da Konami deixarão a empresa em setembro, após o lançamento de Phantom Pain. No mesmo dia, usuários do fórum NeoGAF notam que a página oficial do game não exibe mais a frase "Um jogo de Hideo Kojima", nem a marca de seu estúdio, a Kojima Productions.

20 de março

Um dia depois dos rumores sobre a saída de Kojima movimentarem a internet, a Konami anunciou que está procurando desenvolvedores para o sucessor de Phantom Pain. A descrição do emprego busca por profissionais com uma "rica imaginação", capazes de terem "ideias inovadoras" e com "grande paixão" em desenvolver games. Em outra página, a publisher afirma estar "decidida" em produzir um novo Metal Gear.

25 de março

O podcast Kojima Station, gravado pela Kojima Productions, é cancelado. No mesmo dia, a Konami fala pela primeira vez sobre a retirada do nome de Kojima do site de Phantom Pain. Em uma nova conta da franquia Metal Gear no Twitter, em japonês, a publisher diz que os nomes foram removidos devido a uma reestruturação da empresa e que, apesar disso, Kojima e sua equipe continuam a desenvolver o game, estão unidos nesse objetivo e gostariam do apoio dos fãs.

1º de abril

Assim como fez com o site de Phantom Pain, a Konami retirou o nome da Kojima Productions do site oficial de Silent Hills, o novo game da série de terror codirigido por Kojima e pelo cineasta mexicano Guillermo del Toro. A parceria, que também envolvia a participação do ator Norman Reedus, foi anunciada no teaser jogável "P.T.", lançado na PlayStation Network em 2014. O fim da demo conceitual revelava a face de Reedus e o envolvimento de Kojima e Del Toro.

10 de abril

Donna Burke, a cantora da música-tema de Metal Gear Solid V, afirmou no Twitter que Kojima deixaria a Konami. Primeiro, ela retuitou uma mensagem do dublador japonês Akio Otsuka (a voz de Snake na dublagem japonesa da série), pedindo aos fãs para não cancelarem seus pedidos de pré-venda de Phantom Pain por conta da saída de Kojima. Em seguida, a artista complementou: "Sim, não joguem fora os últimos cinco anos de trabalho da Kojima Productions porque a chefia demitiu um gênio". Posteriormente, ela tuitou o link do artigo do Gamespot publicado em março, que informava a saída de Kojima da Konami.

26 de abril

Durante o San Francisco International Film Festival, Guillermo del Toro afirmou que Silent Hills não está mais em desenvolvimento"O game não acontecerá, e isso parte o meu coração", disse o diretor. No mesmo dia, a Konami anunciou que o teaser "P.T." seria retirado da PlayStation Network.

27 de abril

A Konami publica uma série de perguntas e respostas dizendo que a série Silent Hill vai continuar, mas evita falar sobre Silent Hills especificamente. Em seguida, a publisher solta outro comunicado dizendo que o game foi cancelado oficialmente"A Konami está comprometida com novos títulos da série Silent Hill, mas o embriônico projeto "Silent Hills" desenvolvido por Guillermo del Toro e com a aparição de Norman Reedus não será continuado". O texto também diz que a publisher ainda está discutindo o envolvimento de Kojima e Del Toro em futuros projetos da franquia.

27 de abril

Horas depois de cancelar Silent Hills, a Konami anunciou sua saída da Bolsa de Valores de Nova York. Com isso, as ações da empresa deixam de ser reguladas pela instituição americana - ela ainda continua listada nas bolsas de Londres e Tokyo. A saída da empresa gerou especulações sobre sua situação financeira e até uma possível saída do mercado de games.

29 de maio

O presidente da Konami, Hideki Hayakawa, explica o futuro da Konami, que, no início do mês, menciona estar cada vez mais focada em desenvolvimento de jogos para celulares. O executivo diz que, apesar da mudança, a empresa não vai desistir dos consoles, e que houve uma grande reestruturação da empresa na qual chefes da área criativa não precisam mais participar de decisões comerciais e estratégicas. Em um comunicado divulgado à imprensa americana, a Konami diz que Kojima e sua equipe estão "trabalhando duro" dentro dessa nova estrutura empresarial. O comunicado, entretanto, não fala sobre os rumores da possível saída do game designer após o lançamento de Phantom Pain.

10 de julho

Akio Otsuka voltou ao Twitter para dizer que a Kojima Productions foi "forçada a se separar". Em tom de despedida, Otsuka afirmou que Metal Gear Solid V será "a obra prima do estúdio" e que, mesmo que a série acabe, "Metal Gear Solid é imortal".

14 de julho

A Konami retirou o nome de Hideo Kojima e da Kojima Productions da capa oficial de Metal Gear Solid V. Usuários do fórum NeoGAF notaram a diferença entre a capa final e uma versão preliminar, que ainda exibia o nome do game designer próximo ao título.

20 de julho

Um vídeo publicado pelo usuário do YouTube timesplitter88 sugere que Kojima teria tentado avisar os jogadores de seu rompimento com a Konami por meio de mensagens subliminares em Metal Gear Solid V: Ground Zeroes, o prólogo de Phantom Pain lançado em março de 2014. O vídeo exibe a missão extra "Deja Vu", na qual você deve usar uma lanterna para apagar os logos de todos os games da franquia. Entretanto, apenas os dirigidos por Kojima desaparecem - títulos como Metal Gear Acid Metal Gear Solid Touch não somem quando iluminados. Ao completar este objetivo, o jogador ainda ouve mensagens misteriosas como "Todos os jogos ainda estarão com você", "Você parece ser um fã dos jogos de Hideo Kojima, obrigado por todo o seu apoio" e "Você pode apagar as marcas, mas as memórias nunca desaparecerão".

24 de julho

Em entrevista ao IGN, Guillermo del Toro diz que ele e Hideo Kojima ainda pretendem trabalhar juntos, mas não em Silent Hills"Ainda mantemos contato. Somos amigos e estamos com planos de trabalharmos juntos novamente, mas não será em Silent Hills", afirmou o cineasta, que também deu mais detalhes sobre como seria o game cancelado pela Konami. "Estávamos na fase de planejamento e é uma pena que ele não será lançado. Conversamos sobre realmente empurrar as fronteiras dos novos consoles e fazer um jogo que realmente mexa com a sua cabeça."

27 de julho

Rika Muranaka, compositora dos três primeiros games da série, é citada no podcast The Codec. Muranaka teria dado uma entrevista a Daley, um dos participantes do programa, na qual explica que o rompimento entre Kojima e a Konami teria acontecido por dois motivos: Kojima não receberia parte dos lucros nas vendas do game, por ser apenas um funcionário na hierarquia da Konami, recebendo um salário mensal. Kojima teria atrasado Phantom Pain e excedido o orçamento do projeto, fazendo melhorias no game e na Fox Engine, o que irritou os executivos do estúdio.

1º de setembro

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain, o último jogo de Kojima para a Konami, é lançado para PlayStation 3Xbox 360PlayStation 4Xbox OnePC, com grande sucesso. Leia a nossa crítica do game.

18 de setembro

Uma reportagem do site francês Gameblog diz que a Konami vai deixar de produzir games de alto orçamento, exceto Pro Evolution Soccer. A decisão da empresa japonesa teria motivado o diretor de tecnologia global Julien Merceron a deixar a empresa. Merceron foi um dos diretores da Fox Engine, o motor de Metal Gear Solid V: The Phantom Pain e Pro Evolution Soccer 2016.

22 de setembro

Por meio de seu canal de atendimento ao consumidor, a Konami nega que vai deixar o desenvolvimento de jogos de alto orçamento. A resposta foi dada a um usuário do Reddit abriu chamado no SAC da empresa perguntando sobre o futuro de Metal Gear Solid e da Fox Engine"Posso te prometer que não vamos deixar Metal Gear para trás ou nada do tipo. Sei que alguns blogs afirmaram isso nesta manhã, mas não tenho certeza de onde eles tiraram isso", diz o texto.

28 de setembro

Em entrevista ao Games On DailyGraham Day, gerente de comunidade da Konami, diz que a saga Metal Gear Solid pode continuar sem Kojima. Perguntado pelo programa, Day foi direto: "Claro que sim. Metal Gear é sobre a história, os personagens...". O gerente também citou Metal Gear Rising: Revengeance, da Platinum Games, como um exemplo de como a franquia pode continuar a ter bons jogos com o envolvimento de outros times.

19 de outubro

Hideo Kojima deixa oficialmente a Konami no dia 9 de outubro, de acordo com reportagem da revista New Yorker. O último dia de Kojima na empresa teria tido uma cerimõnia de despedida "alegre e emocionante", de acordo com uma das pessoas que teria comparecido ao evento. Segundo a mesma fonte, o presidente e o CEO da Konami não estavam na festa, mas diversos colegas de Kojima - incuindo funcionários de outros estúdios - compareceram ao local. Ainda de acordo com a reportagem, Kojima teria uma cláusula no contrato que o impede de se juntar a outros estúdios até o fim do ano.

20 de outubro

Um dia depois da publicação da reportagem da New Yorker, a Konami afirmou à Tokyo Sports que Kojima não deixou a empresa e está "de férias". Perguntado sobre a suposta festa de despedida realizada para o diretor, o representante da empresa disse que "não sabe de nada disso". Em resposta à declaração da publisher japonesa, o autor da reportagem da New YorkerSimon Parkin, publicou uma suposta foto da despedida, com Kojima e demais funcionários do estúdio bebendo e confraternizando.

3 de novembro

Diversas fontes informam que a Konami fechou seu estúdio em Los Angeles, que foi aberto como Kojima Productions Los Angeles e rebatizado de Konami Los Angeles no início de 2015. Horas mais tarde, a publisher confirma o fechamento do estúdio ao Polygon.

3 de dezembro

Durante o Game Awards 2015, uma das principais premiações dos games, Metal Gear Solid V: The Phantom Pain venceu o prêmio de melhor jogo de ação e aventura, mas, de acordo com o apresentador Geoff Keighley, Kojima foi impedido pela Konami de receber o troféu. No lugar do diretor, Kiefer Sutherland, a voz de Snake, recebeu o prêmio.

15 de dezembro

Segundo reportagem do jornal Nikkei, Kojima não seria mais oficialmente um funcionário da Konami e estaria montando um novo estúdio. A matéria também diz que o game designer negocia com a Sony, mas não informa detalhes das negociações.

16 de dezembro

Hideo Kojima oficializa sua saída da Konami e anuncia um novo estúdio independente, também chamado Kojima Productions. A desenvolvedora firma parceria com a Sony e seu primeiro título será lançado para PlayStation 4PC.

17 de dezembro

Após Kojima fundar um estúdio independente, a Konami volta a dizer que vai continuar a produzir Metal Gear e anuncia estar procurando um profissional experiente para assumir a franquia.

18 de dezembro

Nova reportagem da New Yorker diz que Kojima está proibido por contrato de falar sobre a sua saída da Konami. A matéria também informa que a nova Kojima Productions tem outros dois ex-funcionários da empresa: Yoji Shinkawa, designer de personagens de Metal Gear e colaborador de longa data de Kojima, e o produtor Kenichiro Inazumi.

Leia mais sobre Hideo Kojima
Leia mais sobre Metal Gear
Leia mais sobre Silent Hill