None


Rock Band 4
 
planeja reaproveitar todos os instrumentos de plástico lançados nos últimos anos - até mesmo os do concorrente. Em entrevista a Business Insider UK, o diretor de projeto do game, Daniel Sussman, disse que o game vai aceitar os periféricos do rival Guitar Hero.

"Nossa posição é a de respeitar nossos consumidores e pelo dinheiro que eles gastaram para entrar no espaço dos games. Eles pagam uma fortuna em jogos: nos consoles, no hardware, e sabemos disso. Nós jogamos também. Compramos a mesma coisa. Um mundo no qual você precisa ter três guitarras diferentes e duas baterias diferentes e tanta coisa... nós não queremos apoiar esse tipo de mundo", disse o desenvolvedor.

Sussman também acenou com a possibilidade de RB4 oferecer suporte ao controle do recém-anunciado Guitar Hero Live, que usa um layout diferente. "Não vejo motivo pelo qual não poderíamos pensar em uma maneira de fazê-lo funcionar no nosso jogo, mas só saberemos quando tivermos um no nosso escritório."

A Harmonix recentemente abriu uma enquete para saber quais músicas o público gostaria de ver no repertório do game - saiba mais. Em entrevista à revista, o produtor  Eric Pope disse que o jogo rodará a 1080p e 60fps.

Além da compatibilidade com instrumentos, Rock Band 4 também permitirá importar quase todo o conteúdo de Rock Band 3, como as músicas por DLC. Para os jogadores que não possuem a antiga coleção de instrumentos, haverá uma nova linha para o vindouro jogo.

A informação do novo Rock Band surge após uma recente retomada da franquia por parte do estúdio, que chegou a pertencer à Viacom e voltou a ser independente. Em janeiro, a empresa lançou novas músicas para Rock Band 3 após dois anos sem DLCs e, antes do anúncio oficial de RB4fez uma pesquisa com jogadores sobre um possível novo game da série.

Rock Band 4 chega ao PlayStation 4 e ao Xbox One em 2015, possivelmente em outubro.

Leia mais sobre Rock Band