Quase metade dos jogadores de videogame no Brasil são mulheres, de acordo com a pesquisa Game Brasil 2015, feita pela consultoria Sioux. O estudo, divulgado nesta segunda-feira (9), aponta que 47,1% dos gamers do país são do sexo feminino, contra 52,9% do sexo masculino.

O estudo também diz que o crescimento delas na população de jogadores é maior que o dos homens. Em 2013, ano no qual foi realizada a última pesquisa Game Brasil, elas respondiam por 41% e eles, 59%. "É provável que em uma próxima leitura as mulheres tenham ultrapassado os homens", afirma Guilherme Camargo, presidente-executivo da Sioux e ex-gerente de Xbox no Brasil.

Confira em mais detalhes no infográfico abaixo:

None


A pesquisa foi realizada em janeiro deste ano, com 909 entrevistas abrangendo 25 estados e o Distrito Federal.

Entre outros dados divulgados pela pesquisa, 78,6% dos gamers brasileiros possuem mais de um dispositivo. O mais popular é o smartphone, usado por 82,8% dos pesquisados, ultrapassando o computador/notebook, que era o líder em 2013, com 71,3%. Em terceiro lugar vêm os consoles, com 56,2%. Já os tablets apresentaram um crescimento de 6,4%, alcançando a quarta posição, com 37,4%.

O estudo também mostra que apenas 9,3% dos jogadores se consideram "gamers de verdade". "Apesar de toda a popularidade da categoria games em ambos os sexos e idades, a grande maioria joga como uma forma de entretenimento casual", aponta Camargo.