Death Stranding, o novo jogo de Hideo Kojima, deixou sua "fase experimental" de desenvolvimento e já tem gameplay sendo testado.

Em uma entrevista à revista japonesa Dengeki PlayStation (via GamingBolt), Kojima declarou: "Desde dezembro de 2016, não publicamos novas informações, e há muitos fãs que devem estar preocupados, ou até imaginando muitas coisas, mas por favor fiquem tranquilos. Atualmente, deixamos a fase experimental e demos o próximo passo. Estamos sentindo a resposta do novo gameplay."

A declaração certamente serve mais para aplacar os ânimos dos fãs, já acostumados a decifrar os enigmáticos teasers do desenvolvedor. Mas, no caso de Death Stranding, as teorias tendem a ficar cada vez mais malucas, já que as prévias não deram nenhum indício de como será a jogabilidade de seu novo título.

Internamente, entretanto, tudo parece estar dentro dos conformes, já que até a própria Sony, com quem Kojima firmou parceria em 2015, se disse "impressionada" com a velocidade do desenvolvimento de Death Stranding.

Vale lembrar que a velocidade também se deve ao fato de Kojima não ter precisado criar uma tecnologia própria para desenvolver o game. Death Stranding utiliza o motor gráfico Decima, de Horizon: Zero Dawn.

Das poucas falas de Kojima sobre o jogo, o criador comentou que Death Stranding pode ter algum tipo de conexão multiplayer cooperativa, o que incluirá “cordas" que ligarão jogadores.

Death Stranding chegará ao PlayStation 4 e PC, mas não tem data de lançamento confirmada.